terça-feira, 17 de outubro de 2017

TEXTO 111/CIRANDA/ PECADO



Pecado é viver sem amor,
deixar o tempo passar 
cultivando a tristeza e a dor
desperdiçando a beleza de amar.


Pecado é a desigualdade
Que impera na sociedade.
Oportunizar condições de prosperar
É desejo de quem quer o mundo mudar.


Pecado é enganar o povo,
proibindo-o de realizar seu sonho.
Quero mudanças na educação
que é a forma de promover o cidadão.


  Isabel C S Vargas

Panorama Literário Brasileiro - CONTOS/Edição 2017/2018 /CBJE









Panorama Literário Brasileiro - Edição 2017/2018
Os melhores CONTOS de 2017

                                                            




Adriano de Jesus Santos - Guarapari / ES - Conto: História de Tomaz

Alberto Magno Ribeiro Montes - Belo Horizonte / MG - Conto: A mosca

Alyne Marianna Freitas Rosa - Belém / PA - Conto: Notas de uma fuga

Anchieta Alves de Santana - Uruçuí / PI - Conto: O nome vale nota

Andrea Sales - Belo Horizonte / MG - Conto: Minha solidão

Carlo Montanari - Passos / MG - Conto: O animal que ri

Bianca Danielle Galvão Pinheiro - Curitiba / PR - Conto: Superstições

Darlene da Costa Diniz - Londrina / PR - Conto: Minhas cãs

Ediloy A. C. Ferraro - São Paulo / SP - Conto: O objeto do desejo

Eliane de Souza Saraiva - Itapipoca / CE - Conto: O casamento

Eloá de Azevedo Caixeta Murucci - São Paulo / SP - Conto: Fantasmas do ciúme

Francisco Ferreira - Conceição do Mato Dentro / MG - Conto: A Luz

Francisco Martins Silva - Uruçuí / PI - Conto: Um dilema entre o mar e o amor

Francisco Rodrigues Gonçalves - Orindiúva / SP - Conto: Quaresma

Gabriel Antonio Ogaya Joerke - Cuiabá / MT - Conto: A comemoração da Gigi - pura sedução

Genildo Soares da Silva - Campo Grande / MS - Conto: A libanesa

Gilmar Pereira Lima - Cândido Sales / BA - Conto: Farinha pouca, meu pirão primeiro

Gilson Silva de Lima - Itupiranga / PA - Conto: A invasão dos irracionais

Helena Maria S. Matos Ferreira - Guapimirim / RJ - Conto: Paixão à primeira vista

Hélio Sena - Massapê / CE - Conto: Orelhas peludas

Henrique Bonamigo - Três de Maio / RS - Poema: Sobressaltos

Henrique Júnior - Timóteo /MG - Conto: O bolo de cenoura

Isabel Cristina Silva Vargas - Pelotas / RS - Conto: A linda francesinha da rua da igreja

Ivanilson Santana - Maceió / AL - conto: Dores de papel

Ivonei Porto Reali - São José do Rio Preto / SP - Conto: A partida

João Paulo Hergesel - Alumínio / SP - Conto: Boxe de orangotangos

José Anilto dos Anjos (03/07/1957) - Ribeirão Pires / SP - Conto: Do pó para o pó

José Luiz da Luz - Ponta Grossa / PR - Conto: Ismália

Júlio César Freid'Sil - Rio de Janeiro / RJ - Conto: Gostoso lara

Julio Novaes - Pindamonhangaba / SP - Conto: Nantahala

Letícia Alvarez Ucha - Porto Alegre / RS -Conto: Escravas da moda

Lucas Marcelo Biguinati Aires - Porto Velho / RO - Conto: Um dia após o outro

Luzineti Aparecida Nunes Espinha - Caraguatatuba / SP - Conto: A casa da mamãe

Marcileia Pantoja Leal - Macapá / AP - Conto: Casa de praia

Maria da Cunha Lima Delboni - Belo Horizonte / MG - Conto: Vingança ou maldade

Maria Ioneida de Lima Braga - Capanema / PA - Conto: A flor híbrida

Maria José Zanini Tauil - Rio de Janeiro / RJ - Conto: Dura realidade

Maria Rita de Miranda - São Sebastião do Paraíso / MG - Conto: O cão de Dora

Marília Bizarria (4/19/1985) - Lajedo / PE - Conto: Até a última página

Neri França Fornari Bocchese - Pato Branco / PR - Conto: Fofa, a gata mourisca

Nilton Rodrigues - Rio de Janeiro / RJ - Conto: Silêncio e fé

Nilva Luzia Alves de Castro - Visc.do Rio Branco / MG - Conto: O desengano do engano

Otaviano Maciel de Alencar Filho - Fortaleza / CE - Conto: O ataque da perna cabeluda

Paloma Morgado Mendonça - Belém / PA - Conto: Cortinas fechadas

Pedro Antonio Mochiaro Soares - Niterói / RJ - Conto: Reencontro

Rachel do Nascimento da Silva - Niterói / RJ - Conto: O avô de bugigangas

Rita Lucia de Lucas Tré Becker - Petrópolis / RJ - Conto: Um episódio mágico ou estrambótico

Rhadra Calache - Rio de Janeiro / RJ - Conto: Devaneio

Romilton Batista de Oliveira - Itabuna / BA - Conto: O muro e o mar

Rozelene Furtado de Lima - Teresópolis / RJ - Conto: Morangos são morangos

Rubens Alves Ferreira - Taguatinga / DF - Conto: Sublimação

Sonia de Fátima Machado da Silva - Coromandel / MG - Conto: Apenas um sonho

Teresa Cristina Cerqueira de Sousa - Piracuruca / PI - Conto: Depois do vento da manhã

Tiago Paradiso de Oliveira Real - São Paulo / SP - Conto: Momento

Vicente Izidrö de Souza - Ubaitaba / BA - Conto: Vida de Jorge













http://www.camarabrasileira.com.br/panoramacontos2017.html

Panorama Literário Brasileiro -POESIAS/ Edição 2017/2018/CBJE







                                     Panorama Literário Brasileiro - Edição 2017/2018

As melhores POESIAS de 2017










Abraão Leite Sampaio - Gov. Valadares / MG - Poema: Irracionalidade dos racionais

Alberto Magno Ribeiro Montes - Belo Horizonte / MG - Poema: Cafezal em flor

Aldo Meneguetti - Barueri / SP - Poema: Solidão a dois

Alyne Marianna Freitas Rosa - Belém / PA - Poema: Resiliência

Alvorino Dias - Itatiba / SP - Poema: Wind

Anchieta Alves de Santana - Uruçuí / PI - Poema: Filha, filha

Anderson Gustavo Hoch Martins - Pinhais / PR - Resposta a Leminski

André Luiz de Oliveira Pinheiro - Rio de Janeiro / RJ - Sonhar acordado

André Nogueira Pessanha - Brasília / DF - Poema: Passando o tempo...

Bruno Reis Bonfim - Rio de Janeiro / RJ - Poema: Sonho de menino

Annulino Soares - Balneário Pinhal / RS - Poema: A liberdade

Antonia Roza de Aguiar Menezes - Aracaju / SE - Poema: Emoção

Bruno Reis Bonfim - Rio de Janeiro / RJ - Poema: Defina-me

Carlos Henrique Pereira Maia – Niterói / RJ – Poema: De agora em diante

Carlos Marcos Faustino - Tupã / SP - Poema: De tanto amor

César Menezes Porto - Cascavel / CE - Poema: Edilene

Chrystianne Goulart Ivanóski - Florianópolis / SC - Poema: Linhas

Claudia Fontenele Alves da Silva - Águas Claras / DF - Poema: Beija-me

Cláudio Antonio Mendes - Mutum / MG - Poema: Cinema da vida

Daniel Alves Marques (21/07/1968) - Itaparica / BA - Poema: Últimos versos

Denise Maria Bueno Ponzoni - Pato Branco / PR - Poema: Desejo

Diego Demetrius Fontenele - Taguatinga / DF - Poema: Marco

Domingos Bispo de Sousa - Baixa Grande do Ribeiro / PI - Poema: Você, apenas você!

Edson dos Santos - São Paulo / SP - Poema: Vida de gado

Eloá de Azevedo Caixeta Murucci - São Paulo / SP - Poema sem título

Elizabeth Maria Chemin Bodanese - Pato Branco / PR - Poema: Fundo do poço

Eulália Cristina Costa de Carvalho - São Luís / MA - Poema: Amores da vida

Eulina Moutinho - Rio de Janeiro / RJ - Poema: Eu te amo

Fábio Ferraz - São Carlos / SP - Poema: O amanhecer

Fernanda Ferreira de Carvalho Bossay - Serra Negra / SP - Poema sem título

Francisco das Chagas Dias - São Luís / MA - Poema: Poema sobre o infinito

Francisco Ferreira - Conceição do Mato Dentro / MG - Poema: Deidades

Francisco José Nascimento - Brasília / DF - Poema: Versos

Francisco Martins Silva - Uruçuí / PI - Poema: Nosso quilombo, nosso lar

Francisco Rodrigues Gonçalves - Orindiúva / SP - Poema: Tarde de Primavera

Gabriel Antonio Ogaya Joerke - Cuiabá / MT - Poema: A Lua coquete

Gelson Donisete Candido - Torrinha / SP - Poema: Namoro novo

Giovani de Assis Duarte - S. Sebastião Paraíso / MG - Poema: Versos nos completam

Helena Maria S. Matos Ferreira - Guapimirim / RJ - Poema: Estou aqui

Henrique Bonamigo - Três de Maio / RS - Poema: Narcotizado

Henrique Cananosque Neto - Lins / SP - Poema: Já que há festa...

Henrique Júnior - Timóteo /MG - Poema: Enfim, viver

Iane Giselda de Cougo Souto - Florianópolis / SC - Poema: Ofício

Iracema Alvarenga - Curitiba / PR - Poema: Lima Barreto

Isabel Cristina S. Vargas - Pelotas / RS - Poema: Verdades, mentiras ou interpretações?

Isaías Barbosa - Curitiba / PR - Poema: Uma vida que termina

Isis Martins Giroldo- Quinta do Sol / PR - Poema: Soneto, Sonho, Saudade

Ismar Carpenter Becker - Rio de Janeiro / RJ - Poema: Geleiras da solidão

Ivonei Porto Reali - São José do Rio Preto / SP - Poema: Redenção

Iza Engel - Quatro Barras / PR - Poema: Lembranças

Joanes da Silva Lessa - São Paulo / SP - Poema: Impasse

João Paulo Hergesel - Alumínio / SP - Poema: A não ser que os elefantes chorem

João Riél Manuel N. V. de Oliveira Brito - Tunas / RS - Poema: A fonte da noite

Jonas Matheus Sousa da Silva - Belém / PA - Poema: Matinas

José Anilto dos Anjos (03/07/1957) - Ribeirão Pires / SP - Poema: Tragédia de amor

José Everaldo de Araújo - São Paulo / SP - Poema: Relógio do tempo

José Faria Nunes - Caçu / GO - Poema: A saga da insignificância

José João da Cruz Filho - São Luís / MA - Poema: Só preciso que não vás

José Luiz da Luz - Ponta Grossa / PR - Poema: Esperando

José Vicente Neto- Pratápolis / MG – Poema: Nu vento

Josete Maria Vichineski - Ponta Grossa / PR - Poema: Caso... Descaso...

Joyce Lima - Itagibá / BA - Poema: O poeta e a poesia

Juliano Paz Dornelles - Porto Alegre / RS – Poema: Santo 'cão'

Keles Gonçalves de Lima - Florianópolis / SC - Poema: Reflete-me

Leonardo Portela Carvalho - Alegre / ES - Poema: Ciclo lunar

Lígia de Oliveira Braga - Jaboatão dos Guararapes / PE - Poema: Sempre juntos

Lorena de Paula G. C. Soares - Guimarânia / MG - Poema: Perdida dentro de mim

Lourdes de Oliveira Silva - Capanema / PA - Poema: Amor

Lucas Marcelo Biguinati Aires - Porto Velho / RO - Poema: Declaração

Lucas Nascimento Ferreira Lopes - Rio de Janeiro / RJ - Poema: Intolerância gramatical

Lucia Celeste V. Barbetta - Rio de Janeiro / RJ - Poema: Amor maior

Luciana Leopoldino - Arapongas / PR - Poema: Oração

Lucivalter Almeida dos Santos - Nazaré / BA - Poema: Chega de saudade

Luis Henrique Insaurrauld Pereira - Rio de Janeiro/ RJ - Poema: Um dia iluminado

Maria Elizabeth Gomes Campos (17/12/1953) - São Paulo / SP - Poema: Sobre nós

Maria Ioneida de Lima Braga - Capanema / PA - Poema: Fogueira

Maria José Zanini Tauil- Rio de Janeiro / RJ - Poema: Ferreira Gullar... esse é poeta

Marina Moreno Leite Gentile - São Paulo / SP - Poema: Viúva de um amor

Marne Lieggio Júnior - Brasília / DF - Poema: Ondas Alfa

Maurício Chizini Barreto - Tibagi / PR - Poema: Ao pulsar do peito

Moacir Luís Araldi - Passo Fundo / RS - Poema: Estrela

Mônica da Silva Costa - Jacarezinho / PR - Poema: Sexta-feira

Murse Ferreira de Carvalho Bossay - Serra Negra / SP - Poema: Lembranças

Neri França Fornari Bocchese - Pato Branco / PR - Conto: Cada lágrima, uma graça

Neusa Bridon dos Santos Garcia - Gaspar / SC - Poema: Amizade

Núbia Cavalcanti dos Santos - Sanharó / PE - Poema: À espera

Orlando Sampaio Silva - São Paulo/ SP - Poema: As águas falam

Otaviano Maciel de Alencar Filho - Fortaleza / CE - Poema: Arbítrio

Paloma Morgado Mendonça - Belém / PA - Poema: Produção do amor

Paulo Martorano - Suzano / SP - Poema: Você não tem jeito

Paulo Maximiliano - Capanema / PA - Poema: Insanidade

Paulo Provençal - Campinas / SP - Poema: O fanal das nereidas

Paulo Vasconcellos - Capanema / PA - Poema: Versos acrobáticos

Rafael Luís Ferrari Borges - Jundiaí / SP - Poema: Amigo

Raimundo Senzala - Aracaju / SE - Poema: Cântaros cantantes

Renato Saran Carvalho - Anápolis / GO - Poema: Eu de verso

Rita Lucia de Lucas Tré Becker - Petrópolis / RJ - Poema: Valentina

Rivanildo de Castro Bezerra - Campina Grande / PB - Poema: Na sobra do umbuzeiro

Roberto Antonio Deitos - Cascavel / PR - Poema: O universo de nossa alma

Romilton Batista de Oliveira - Itabuna / BA - Poema: O mal-estar sem sentido

Rosália Souza de Oliveira - Belém / PA - Poema: Neguinho

Roselena Salgueiro Ruivo - Belém / PA - Poema: Insanidade

Rosemary Gobbo Duarte - Campinas / SP - Poema: Uma grande ilusão

Rosimeire Stteffen - São Paulo / SP - Poema: O cara é você

Rozelene Furtado de Lima - Teresópolis / RJ - Poema: Nem ponte nem rio

Ruandro Knapik (05/10/1987) - Quatro Barras / PR - Poema: Brasili-max

Rubens Alves Ferreira - Taguatinga / DF - Poema: Simbiose

Saionara do Nascimento Leão - Urandi / BA - Poema: Amor maior

Sandra Berg - Belém / PA - Poema: Estrelas sob as águas

Samuel Alencar da Silva - Capanema / PA - Poema: Poema sentido ou gemido de dor

Sonia de Fátima M.da Silva - Coromandel / MG - Poema: Por todas as primaveras...

Sônia Maria Leite Mazur - Nova Esperança / PR - Poema: Oração ao professor

Teca Queiroz - Guarulhos / SP - Poema: Meu viver

Teresa Cristina Cerqueira de Sousa - Piracuruca / PI - Poema: A minha fantasia

Thaís Ienzura - Rio de Janeiro / RJ - Poema sem título

Tiago Paradiso Real - São Paulo/SP – Poema: Reflexos e cicatrizes

Valmari Santos Nogueira - Salvador / BA - Poema: Felizes para sempre

Valter Rodrigues Cavalcante - São João do Piauí/ PI - Poema: O cardeal

Varenka de Fátima Araújo Garrido -Salvador / BA - Poema: Inveja

Vicente Izidrö de Souza - Ubaitaba / BA - Poema: Fazenda Grapiúna

Wagner Dias de Souza - Rio de Janeiro / RJ - Poema: Viva vida

Wagner Marim - São Paulo / SP - Poema: Lágrimas de sangue

Zacarias Martins - Gurupi / TO - Poema: Cala-te boca

Zuleide Valente - Santo André / SP - Poema: A uma mulher com um terço

Zulmar Tamburu - São Paulo / SP - Poema: A cada poema







http://www.camarabrasileira.com.br/panoramapoesias2017.html

PUBLICAÇÃO DIÁRIO DA MANHÃ 34/2017/ SEM VOCÊ

SEM VOCÊ

Sem você em minha vida 
A saudade se instala como dona 
Do meu coração, dos sonhos e desejos.
As recordações são intensas,
Tua voz, ouço através do canto dos pássaros.
As borboletas enfatizam tua vida fugaz,
Cada amanhecer é a prova da bondade divina
Cada raio de sol mostra com intensidade
Tudo que foste em minha vida.

Isabel C S Vargas

Publicado no Diário da Manhã/Pelotas/RS
Data:2017.10.17/Terça-Feira/Página 19

terça-feira, 10 de outubro de 2017

TEXTO 110/2017


Linda jovem adentra na igreja.
Pensamentos mágicos na mente
fazem -na flutuar nos calçados amarelos
brilhantes como os olhos enamorados
prestes a ver seu grande sonho realizar-se.
Nas mãos uns esplendoroso buquê de rosas,
amarelas como os raios de sol  a completar o quadro.
No dia de seu casamento tudo deve ser magnífico
como os sonhos acalentados ao longo dos anos.
No altar, o amor que deseja para a vida inteira.

Isabel C S Vargas
10.10.2017

CONVITE /LANÇAMENTOS/COLETÂNEA ENTREOLHARES E TRAVESSIA


Convites!
Coletânea Internacional Entreolhares - Editora Gaya, 2017
Autora homenageada Maritza Maffei da Silva
13/11 - 16 h Praça de autógrafos
Coletânea Internacional Travessia - Editora Gaya, 2017
Autor homenageado Francisco Silva
14/11 - 16h - Praça de Autógrafos
Eventos Literários no Chalé da Praça XV
Dia 14 d novembro - 19h20min.
Por gentileza, confirma sua presença o(s) evento(s)!
Adão Wons
Adail Alencar
Adriana Pavani
Aldemir Lencini
Angelo Rizzi
Auri Antônio Sudati
Benedito Pereira da Costa
Bernadete Saidelles - Confirmada
Betta Oliveira - Confirmada
Beth Linke
Carlos Barbosa
Carlos Vicente Fagundes Do Amaral
Celso Corrêa de Freitas
Ceres Marylise Rebouças
Claudio Trindade
Cleia Dröse
Condorcet Aranha - Cleide Aranha
Davi Roballo
Pinheiro Darcy - Confirmada
Daciur Amaro Reis Santos
Edi Barbosa
Eduardo Jaques
Eliane Eliane Hüning
Eliseu Fritz - (Giza Fritz)
Erika Jurandy
Eva Vieira
Fernando Catelan
Francisco Silva - Autor homenageado
Francisco Petrônio
Gedalvada Paz
Gertrudes Greco.
Gisele Sant Ana Lemos
Hazel de São Francisco
Haydée S. Hostin Lima
Iara Pacini
Ilda Maria Costa Brasil
Irene Fernandes dos Santos
Isabel Vargas
Ivan Leite
Ivone Macieski
Jefferson Dieckmann
Joaquim Moncks
João Riél Manuel Nunes Vieira De Oliveira Brito
José Hilton Rosa - Confirmado
Jussara Gabin - Confirmada
José Aldomar de Castro
Jussara Zanatta - Confirmada
Leonir De Lurdes Batista
Lin Quintino - Confirmada
Lopito Feijo

segunda-feira, 9 de outubro de 2017

PUBLICAÇÃO DIÁRIO DA MANHÃ 33/2017/ CONTINUO


  CONTINUO

A crer na beleza da vida,
Na importância da gratidão, 
Em cultivar a esperança no ser humano,
Alimentar pensamentos positivos. 

Continuo

Acreditando que a educação muda tudo,
 A gentileza colore a vida,
A solidariedade é um propósito divino,
A caridade é a salvação de todos.

Continuo

Crendo na energia cósmica, 
Que tudo que fazemos tem retorno,
Por isso é importante amar sem medida 
Disseminar a paz ao nosso redor. 

Isabel C S Vargas

PUBLICADO NO DIÁRIO DA MANHÃ /PELOTAS/RS
DATA:2017.10.09/SEGUNDA-FEIRA/PÁGINA 11

domingo, 8 de outubro de 2017

TEXTO 109/2017/ACRÓSTICO/DIA NACIONAL DO LIVRO




Dia Nacional do livro para incentivar a leitura.
Importante  ensinar desde a infância 
A importância do livro.

No livro se descobre mundos diferentes. 
A criança que lê estimula a imaginação. 
Com o livro as pessoas têm  companhia.
Incríveis  descobertas o livro proporciona.
O livro desenvolve a escrita,o vocabulário 
Não  ler faz as pessoas ficaram limitadas.
A escolha do livro adequado é  fundamental.
Leitura de qualquer gênero  literário é importante. 

De as crianças  livros  e não armas.
Os seus horizontes aumentarão significativamente. 

Leia por prazer e não por obrigação.
Inicie com leitura própria à  idade.
Veja a multiplicidade de autores  nacionais.
Retire da biblioteca da escola
Opção  sem custo e disponível. 

Isabel C S Vargas
08.10.2017

TEXTO 108/2017/ACRÓSTICO/ DIA DO POETA


Durante o mês  de Outubro temos datas comemorativas
Importantes para o meio literário,
Autores,escritores,poetas são  homenageados.

Dia vinte de Outubro exaltamos com carinho
O poeta, ser encantador que fala de amor e dor.

Poeta abre seu coração  sem limites
O teu verbo, a tua rima tempera o dia
E cada ser comum vibra com teus versos
Trazendo amores,sonhos, fantasias, belezas
A adornar com pérolas o dia de quem ouve seus  primorosos versos.

Isabel C S Vargas
08.10.2017

sábado, 7 de outubro de 2017

TEXTO 107/2017/ DIA MUNDIAL DO ESCRITOR


De todas as profissões existentes 
Incrível é a do escritor pelas 
Aventuras que proporciona ao leitor,

Muito o escritor faz por quem lê.
Uma infinidade de coisas pode ensinar.
No simples ato de ler. 
Da cadeira onde ele lê, pode viajar por 
Incríveis lugares e aventuras
Assim como pode rir ou chorar
Lendo um romance, um conto, uma novela.

Devemos incentivar em todos os jovens
O hábito da leitura, por prazer e desejo de crescimento.

E/É no dia treze de outubro que homenageamos o escritor.
Seu ofício é abrir mentes, mostrar caminhos,narrar fatos.
Cada pessoa pode se sentir encantado com um tipo de livro.
Raro é quem não gosta de nenhum tipo de leitura.
Insistir neste caminho exige gosto, talento, determinação
Trabalho incessante, pois muitos escrevem, mas poucos vivem disto.
O escritor que toca o coração das pessoas é aquele que o leitor se
Reconhece , tem empatia, prende sua atenção, se sensibiliza.


Isabel C S Vargas
07.10.2017

TEXTO 106/2017/ DIA NACIONAL DA LEITURA


DIA NACIONAL DA LEITURA

Dia doze de outubro é o dia da criança para a 
Infância exaltar. É dia da padroeira do Brasil
A Nossa Senhora Aparecida, pelos católicos consagrada.

Nesta data também se celebra o dia nacional da leitura.
Assim chama-se atenção para esta atividade importante.
Com a leitura descobre-se novos mundos.
Instrui-se aquele que lê. Expande sua compreensão,
Orienta-se em meio ao caos, A leitura abre portas,
Não vive nas trevas quem lê e entende o que lê.
A percepção do mundo, das pessoas se alarga
Livre se torna quem não pode ser enganado.

Ditadores queimam livros, impedem a leitura
Atrocidade que já foi cometida em outras épocas.

Leitura é sinônimo de conhecimento, evolução.
E quem lê vê um leque de novas possibilidades,
Infinitos caminhos surgirem diante de seus olhos;
Todos podem ser o que almejarem. Maravilhoso!
Um caminho novo se descortina para quem amplia a visão.
Renovam -se esperanças através deste hábito saudável 
A ser incentivado desde a mais tenra idade.

ISABEL C S VARGAS
07.10.2017

sexta-feira, 6 de outubro de 2017

TEXTO 105/2017/ CIRANDA / A FORÇA DO ABRAÇO

A FORÇA DO ABRAÇO

É laço que envolve, acarinha ,afaga.
É forte, mas não machuca,
Enlaça e não prende
Une em instante de eternidade.

A sua força está no que transmite,
À pessoa que o recebe.
Há momentos que é tudo que precisamos.
Nos piores momentos de minha vida,
Foi a força que me salvou.

Isabel C S Vargas
07.10.2017

PUBLICAÇÃO DIÁRIO DA MANHÃ 32/2017/LEMBRANÇAS


LEMBRANÇAS

Recortes de um passado saudoso,
Que me fez muito feliz.
Revivo-o com gratidão
Porque nelas estão pessoas amadas.

Quando são dolorosas e trazem sofrimento
O instinto de sobrevivência e a sabedoria,
Nos indicam esquecê-las para não viver em amargura.
As boas lembranças são poções mágicas a nos alentar.

Isabel C S Vargas
Publicado no Diário da Manhã/Pelotas/RS
Data:2017.10.06/Sexta-Feira/Página 19

PUBLICAÇÃO DIÁRIO DA MANHÃ 31/2017/À TUA ESPERA


À TUA ESPERA

Entardecer... 
O sol vai encerrando sua jornada diária
Neste recanto calmo e cheiro de energias.
Sentada em meu banco preferido,
Observo a calmaria das águas.
Recordo as inúmeras vezes,
Que neste lugar víamos o dia se despedir.
Foste ver tudo isso de um lugar especial.
Eu, permaneço à tua espera,
De uma viagem sem volta.

Isabel C S Vargas
Publicado no Diário da Manhã /Pelotas/RS
Data:2017.10.03/Terça-Feira/Página 15

quinta-feira, 5 de outubro de 2017

TEXTO 104/2017/ EQUÍVOCO


                                       EQUÍVOCO

Julia namorava Matias há uns quatro anos.
Era jovem, batalhava para progredir, realizar sonhos.
Pela manhã fazia faculdade, à tarde tinha atividades de estágio e à noite era professora. 
Matias cuidava dos negócios do pai, fazia estágio e estudava à noite. Quando os horários combinavam ele  ia buscar Júlia na escola onde ela trabalhava.
Quando chegavam na casa da namorada, costumavam despedir-se na porta por ser tarde, pelo cansaço do dia e pelo fato do pai dela não gostar muito de eles se encontrarem todos os dias. 
Ela costumava ficar na porta até o carro desaparecer.
Uma ocasião, enquanto esperava o carro distanciar-se ela teve um sobressalto. Uma mulher mais velha, loira, vinha aos gritos perguntando o que ela fazia com seu marido Joaquim, e despejava um monte de impropérios. Júlia assustada dizia que não sabia do que ela falava e que estava com seu namorado . A outra, ao mesmo tempo que se grudou nos cabelos de Júlia e que a chamava de mentirosa exclamava que aquele que havia passado por ela de carro era seu marido Joaquim que era mecânico em um local que ela falou o endereço.
Matias dirigia-se para sua casa sem imaginar o que acontecia.
Face aos gritos da mulher o pai de Júlia apareceu mas a mulher já estava se afastando. A moça relatou ao pai tudo que ocorrera.
No dia seguinte, S.Ney, Matias e Júlia foram até a oficina e conversaram com o dono da mesma. O tal do Joaquim não se encontrava. Explicado o motivo da presença deles ali, conseguiram saber o endereço do funcionário e dirigiram-se para a casa dele para esclarecer tudo pois não desejavam confusão para nenhum dos dois, ou seja, Júlia e Matias.
Ao chegar no endereço que lhes foi dado, pediram para falar com Joaquim ou a esposa dele. Para surpresa  a pessoa que apareceu era a esposa do mecânico que ouviu as explicações dadas,mesmo que Júlia tenha percebido que aquela senhora não era a mesma da noite anterior, mas não deu tempo de avisá-los.
O resultado da conversa ninguém esperava, visto que a esposa disse que agora quem desejava explicações do marido era ela e que os visitantes ficassem tranquilos, pois ela não descansaria enquanto não descobrisse quem era aquela destemperada que havia agredido a namorada de Matias na noite anterior.

                                        Isabel C S Vargas
                                              05.10.2017

quarta-feira, 4 de outubro de 2017

CONVITE ALB


Cara Escritora,
desejamos te fazer um convite.

Em novembro, dia 11, em evento oficial da Feira do Livro de Porto Alegre, ocorrerá a posse dos novos Acadêmicos da Academia de Letras do Brasil, iniciando a gestão de Milton Pantaleão Junior na presidência da ALB/RS.

Na oportunidade, além da posse dos escritores, haverá um momento de reflexão sobre os escritores independentes e o mercado literário; a sessão de autógrafos coletivos das coletâneas Literatura 2: Sentimentos e Razões, IMORTAIS e ELOS Literários 6, publicados pela Editora Alternativa; e um adorável momento de confraternização e alegria com o jantar e passeio pelas Luzes da Cidade, a bordo do barco Cisne Branco, no Guaíba.

Enfim, o dia 11 de novembro de 2017 promete! 

Considerando a importância deste evento para a Literatura Brasileira e a responsabilidade em desenvolver  ações inovadoras de nossa Academia para a comunhão dos escritores e uma presença mais significativa na sociedade, estamos te enviando uma carta convite (em anexo), baseados em tua trajetória.

O teu aceite é fundamental.

Veja fazer parte dessa construção, façamos a história juntos.

Rafaela Borges
Secretaria Executiva da ALB/RS e Editora Alternativa


..................................................................................................

Academia de Letras do Brasil Seccional Rio Grande do Sul Porto Alegre,

 02/10/2017 

Prezada escritora Isabel Vargas

 No tradicional encontro dos ELOS Escritores, outono de 2017, na cidade esplendor fundada como a São Salvador da Bahia de Todos os Santos, me encontrei, inesperadamente, com o destino. Em pleno lançamento da Coletânea Elos Literários 6, coordenada pela nossa reluzente anfitriã Pérola Bensabath, fui convidado para uma honraria extrema e uma tarefa de capital importância. Meus amigos sugeriram e o Presidente Global da Academia de Letras do Brasil/ALB, Doutor Mario Roberto Carabajal Lopes, gaúcho de Bagé, me convocou para assumir a Presidência Executiva da Academia no Rio Grande do Sul – ALB/RS.

 Notório é que passei a vivenciar o mundo literário ao associar-me a Editora Alternativa, fundada pelo amigo de todos Milton J. Pantaleão, meu pai. A partir deste momento, ficou mais evidente a dimensão de que o ato de escrever é uma ação, embora individual, com impacto coletivo. As demandas são comuns, os ideais também. A literatura me apresentou muitos amigos e novas responsabilidades.

 Se me apaixonei por prestar serviços de publicação para os escritores independentes, agora se agrega a determinação por lutar pelas nossas causas. 

Vejo como grande destaque das Academias Literárias o reconhecimento meritório, através de títulos e premiações, do escritor no mundo literário, produzindo marcas definitivas na história. É um ofício indispensável.

 E sonho em expandir a ação da Academia em articulação com o seu papel original. Podemos e devemos construir consensos no conceito e na ação, resgatando direitos e deveres. Minha sugestão é iniciarmos por três temas: apoio à publicação, visibilidade do escritor e educação literária.

 Uma gestão de debate e ação torna imprescindível a participação democrática do escritor na Academia, construindo instâncias deliberativas e implantando projetos com responsabilidades comuns. Para conquistar estes objetivos, a tua participação é fundamental!

Academia de Letras do Brasil Seccional Rio Grande do Sul 

CONVITE PARA COMPOR A ACADEMIA:

 Peço a licença para ter a honra em te convidar para integrar a ALB/RS, como Acadêmico. A tua luz iluminará o nosso caminho literário. Contamos contigo!

 A posse será realizada em um evento oficial da 63° Feira de Livro de Porto Alegre, em 11 de novembro do corrente ano, às 15h30min, impreterivelmente.

 Cerimônia de Posse: 15h30min/16h50min – Santander Cultural: apresentar-se até às 15h. - Mesa sobre contextualização do escritor independente no mercado literário, com Mário Carabajal e Maria Luiza Ramos. - 

Posse dos acadêmicos do estado e correspondentes. 

Os custos para a organização da posse será de R$ 150,00. Além da cerimônia, cada acadêmico empossado será agraciado com a medalha, a pelerine e o diploma da Academia de Letras do Brasil/Secção Rio Grande do Sul.

 Se tiveres interesse em fazer parte desta construção entre em contado com nossa secretária executiva para confirmação e encaminhamentos necessários.


 Demais programações para o dia 11/11


 Sessão coletiva de autógrafos das coletâneas Literatura 2: Sentimentos e Razões; IMORTAIS e Elos Literários 6. 17h30min/18h20min – Praça de Autógrafos da Feira do Livro: Confraternização Escritores, ALB e Editora Alternativa: 21h00min – Cisne Branco, Navegar com as luzes da cidade: - 

O passeio de barco será um momento especial de beleza natural e confraternização. A duração será das 21h às 2h, será servido o jantar com o barco atracado, após (22h a 1h) será a navegação, com música e espaço para dançar. O investimento no passeio de barco, jantar (uma cerveja ou dois sucos, aguas ou refrigerantes por pessoa) e música é de R$ 160,00 por pessoa


. Academia de Letras do Brasil Seccional Rio Grande do Sul

 Informações Importantes - 


Será importante o cumprimento rigoroso dos horários nos eventos de 11 de novembro, haja vista a inflexibilidade de troca ou alongamento de uso do espaço, dada a agenda fixada pela Câmara Rio-grandense do Livro. O tempo valerá ouro. -


 Para que possamos obter os melhores resultados e organizar um evento à altura de nosso futuro Acadêmico, dada à aproximação da data de realização do evento, solicitamos o retorno mais breve possível e depósito do(s) valor(s) correspondente(s) até o dia 15/10. -


 Para estas e outras informações fazer contato com nossa secretaria executiva da posse e evento:


 Colaboradora: Rafaela Borges Telefone: 51 3028228 / 51 993571858 Whatsapp E-mail: contato@editoralternativa.com Mais uma vez, contamos contigo!! Milton José Pantaleão Junior Presidente da Academia de Letras do Brasil/Rio Grande do Sul http://www.academialetrasbrasil.org.br/