quinta-feira, 27 de julho de 2017

MEU TEXTO EM ANTOLOGIA DE POETAS BRASILEIROS CONTEMPORÂNEOS 152

Isabel Cristina Silva Vargas
Pelotas / RS


Sobre viver

Vida sopro divino que não se explica.
Explicar a vida é insignificante
Diante do que é viver,
Desfrutar das inúmeras possibilidades.
Queixar-se que a vida é ruim
Sem olhar ao redor e perceber
Como somos afortunados diante do outro.
É imperdoável, mesquinho e fútil.
Ter uma família é bênção,
Amar é maravilhoso,
Ter filhos é prenúncio de eternidade,
Ter um trabalho é mérito,
Aprender sempre é evolução,
Ajudar o outro é ser solidário,
Sorrir, conviver, partilhar é o melhor da vida,
Cuidar de si, amar os animais
E preservar o planeta é lucidez,
Ser grato por tudo é sabedoria.

Nenhum comentário:

Postar um comentário